Akira Toriyama além de 'Dragon Ball': criador da saga também desenhou personagens de games; conheça

  • 08/03/2024
(Foto: Reprodução)
Entre os trabalhos estão série "Dragon Quest" e "Chrono Trigger", jogo de Super Nintendo reconhecido como um dos melhores de todos os tempos. Akira Toriyama em fotografia feita em 1982 STR/JIJI Press/AFP Akira Toriyama, criador do universo "Dragon Ball", morreu no dia 1º de março, aos 68 anos. A informação da morte foi divulgada apenas nesta sexta-feira (8). Um comunicado publicado no site de Dragon Ball afirmou que a morte de Toriyama foi provocada por um hematoma subdural, que é quando acontece um acúmulo de sangue entre o cérebro e o crânio. "Lamentamos profundamente que ele ainda tivesse vários trabalhos em andamento com grande entusiasmo. Além disso, ele teria muito mais a realizar", diz a nota. Além de ter criado a série de sucesso, ele também trabalhou em diversos jogos de videogame ao longo de quase 40 anos. Akira Toriyama, criador de 'Dragon Ball', morre aos 68 anos 'Dragon Ball': 8 curiosidades sobre a saga e seu criador, Akira Toriyama QUIZ: Teste seus conhecimentos sobre o universo 'Dragon Ball' Entre os mais conhecidos estão: Série Dragon Quest (1986-presente) Capa de 'Dragon Quest III", com desenhos de Toryiama Divulgação "Dragon Quest" é uma das séries de jogos no estilo RPG mais conhecidas e jogadas no mundo. Toriyama, em seu primeiro trabalho nos videogames, criou e desenhou os personagens. Com o sucesso do trabalho no antigo "Nintendinho", ele seguiu desenhando até o último game da série, "Dragon Quest XI", lançado em 2017. A ideia de usar os desenhos do criador de "Dragon Ball" em 1986 tinha como objetivo atrair um público maior aos videogames, já que o mangá estava em evidência no Japão na época do lançamento. Com o sucesso da franquia, Toriyama seguiu desenhando e criando personagens para "Dragon Quest" até o game mais recente, "Dragon Quest XI". O próximo jogo, "Dragon Quest XII", ainda está em desenvolvimento e não tem data de lançamento prevista. O estúdio que desenvolve o jogo ainda não revelou se Akira Toryiama deixou o trabalho pronto para esta nova edição. "Dragon Quest" possui séries de títulos que não fazem parte da franquia principal, como "Dragon Quest Monsters", "Dragon Quest Builders" e "Dragon Quest Slime". Toriyama trabalhou com ilustrações e criação de personagens para todos eles. “Dragon Quest” (1986) - Nintendo Entertainment System (NES) “Dragon Quest II: Luminaries of the Legendary Line” (1987) - NES “Dragon Quest III: The Seeds of Salvation” (1988) - NES “Dragon Warrior IV: Chapters of the Chosen” (1990) - NES “Dragon Quest V: Hand of the Heavenly Bride” (1992) - Super Nintendo “Dragon Quest VI: Realms of Revelation” (1995) - Super Nintendo “Dragon Warrior VII” (2000) - PlayStation “Dragon Quest VIII: Journey of the Cursed King” (2004) - PlayStation 2 “Dragon Quest IX: Sentinels of the Starry Sky” (2009) - Nintendo DS “Dragon Quest X: Awakening of Five Tribes Online” (2012) - Wii “Dragon Quest XI: Echoes of an Elusive Age” (2017) - PlayStation 4 Personagens de 'Dragon Quest XI', o último da série lançado Divulgação Chrono Trigger (Super Nintendo - 1995) 'Chrono Trigger', game de 1995 amado até hoje e que teve personagens criados por Akira Toryiama Divulgação/Square Enix Um dos games mais lembrados e amados desenhados por Toryiama traz uma história que envolve viagens no tempo e sete personagens de diversas eras que podiam ser recrutados para se jogar com eles. Cada um conta com sua habilidade própria e desenvolvimento de história. Para desenvolver o título, Akira Toriyama entrou para um time com duas lendas dos jogos do gênero de RPG, Hinorobu Sakaguchi (criador da série "Final Fantasy") e Yuji Horii (criador de "Dragon Quest"). Seus estilo de desenho foi levado para dentro do game usando o poder do Super Nintendo na época, que conseguiu mostrar os traços tanto nos momentos de diálogos quanto nas batalhas. Por conta do grande sucesso — "Chrono Trigger" aparece em diversas listas de melhores jogos de todos os tempos, o game ainda foi relançado para outras plataformas como PlayStation, PC e o portátil Nintendo DS. Também é possível obter o game hoje para celulares com sistema Android e iOS. 'Chrono Trigger' Divulgação Tobal (PlayStation -1996) 'Tobal' foi um game de luta com personagens criados por Akira Toryiama Divulgação/Square Enix Este game de luta não é muito conhecido, mas muitos donos do console PlayStation na década de 1990 o compraram porque ele trazia uma demonstração do aguardado RPG "Final Fantasy VII", o que colocou "Tobal" entre os mais vendidos de 1996. Como ainda era o começo da era dos games com gráficos totalmente em 3D, "Tobal" chamou a atenção por trazer lutadores com visual no estilo dos desenhos de Akira Toryiama, inclusive, com alguns lembrando heróis de "Dragon Ball". Para a época, as mecânicas de luta eram divertidas. O sucesso do primeiro gane (atribuído à demonstração do novo "Final Fantasy") rendeu a Tobal uma sequência em 1997 também para o PlayStation. Cena de 'Tobal Nº1', do PlayStation, que teve personagens criados por Akira Toriyama Divulgação Blue Dragon (Xbox 360 -2006) Cena de 'Blue Dragon', RPG do Xbox 360 com personagens de Akira Toryiama Divulgação/Microsoft Toryiama fez outro game em parceria com o criador de "Final Fantasy" (Hinorobu Sakaguchi), "Blue Dragon", lançado em 2006 para o Xbox 360. O design do artista deu vida aos dragões, que são um tipo de sombras que dão as habilidades aos personagens durante os combates. Com um videogame mais potente, o traço dos personagens de Toriyama ganharam mais vida e inspirou o lançamento de animes e mangás feitos pelo artista baseados no título. O game ainda é vendido na loja digital dos consoles Xbox. Cena de 'Dragon Blue', do Xbox 360 Divulgação/Microsoft Games de luta de Dragon Ball A série "Dragon Ball" recebeu diversos games ao longo dos anos. Em sua maioria, foram título no estilo de luta em que os jogadores podiam usar os poderes conhecidos dos personagens como Goku, Vegeta, Gohan e Piccolo em combates contra o computador ou contra os amigos. Como criador dos personagens para o mangá e anime, Toriyama também fez os desenhos para os jogos. Entre os mais importantes estão: "Dragon Ball Z Super Butōden" (Super Nintendo - 1993): Quando "Street Fighter" e "Mortal Kombat" dominavam a era dos jogos de luta, "Dragon Ball" ousou ao entrar no gênero com um game que mostrava (com as limitações da época) o uso dos poderes de Goku, Vegeta, Trunks e Freeza. Foi sucesso na época em que se podia jogar nas locadoras de games. 'Dragon Ball Z Super Butōden' é jogo de luta do Super Nintendo Divulgação "Dragon Ball Xenoverse" (PlayStation 3 e 4, Xbox 360 e One e PC - 2015): As lutas traziam um visual diferente, com a câmera um pouco mais atrás do personagem. O destaque é o modo história, que traz uma versão alternativa da conhecida aventura vista no desenho "Dragon Ball Z" e um personagem inédito na franquia. Dublador de Goku dá exemplos de dublagens ruins enquanto joga 'Dragon Ball Xenoverse' "Dragon Ball FighterZ" (PlayStation 4, Xbox One, PC - 2018): O mais recente jogo de luta trouxe uma grande quantidade de personagens da série para escolher com o objetivo de formar trios para combates com muita velocidade e poderes absurdos. A tecnologia usada na animação do game trouxe um visual bem próximo do anime e os poderosos golpes podiam destruir os cenários das batalhas. E3 2017: 'Dragon Ball Fighter Z' tem força para ser melhor game do anime

FONTE: https://g1.globo.com/pop-arte/games/noticia/2024/03/08/akira-toryiama-alem-de-dragon-ball-criador-da-saga-tambem-desenhou-personagens-de-games-conheca.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

deixe seu pedido de musica nos recados

Top 5

top1
1. love me tender

elvis presley

top2
2. dark side of the moon

pink floyd

top3
3. go back

madmen s clan

top4
4. proud mary

creedence c. revival

top5
5. O DIA QUE A TERRA PAROU

RAUL SEIXAS

Anunciantes