'Tekken 8' é o melhor game da série de 30 anos e revoluciona com lutas mais acessíveis; g1 jogou

  • 02/02/2024
(Foto: Reprodução)
Lançado em 26 de janeiro para PlayStation 5, Xbox Series X/S e computadores, jogo traz muito conteúdo, excelente combate online e modo história que prende. "Tekken 8" chegou para PlayStation 5, Xbox Series X/S e computadores em 26 de janeiro, reunindo o que a franquia trouxe de melhor ao longo de três décadas. O jogo eleva os combates e traz muito conteúdo para jogar com amigos e contra outros desafiantes online. É, sem sombra de dúvidas, o melhor game da série em seus 30 anos até o momento. Nesta edição, são mais de 30 personagens com estilo de luta próprios; O modo história é bastante interessante para os fãs que acompanham a franquia, trazendo uma história extremamente exagerada, que é a marca da série; Modos de luta offline (para jogar com amigos) e modo online que traz disputas acirradas contra outras pessoas com raríssimos problemas de atraso de conexão; Modo treino completíssimo tanto para quem quer apenas aprender os golpes dos personagens quanto para jogadores profissionais; Possibilidade de jogar com o "fantasma" de outros jogadores. Em resumo, jogar com um "fantasma" de outros jogadores é como em um game de corrida: você pode pegar o “ghost” (ou fantasma) do “melhor tempo” de uma pista – no caso aqui, do estilo de luta do jogador – e jogar contra ele offline. O mais interessante é que, com este recurso, é possível “desafiar” os melhores jogadores de “Tekken” do mundo sem precisar chamar eles de verdade para um "contra" pela internet. Quem está na faixa dos 40 anos e gosta de games certamente já jogou alguma edição de “Tekken” nos fliperamas ou no PlayStation na década de 1990. O game de luta da Bandai Namco, lançado em 1994, tornou-se referência nos jogos de combate 3D em uma época em que “Street Fighter” e “Mortal Kombat”, jogos com visual 2D, reinavam. Ao longo de seus 30 anos de história, “Tekken” evoluiu tanto na qualidade visual dos lutadores (sempre aprimorada a cada versão) quanto na quantidade personagens com habilidades únicas e excêntricas. Mas um elemento nunca mudou: as lutas que buscam a perfeição na execução de golpes precisos e na realização combos (sequências de ataques) contra os adversários. 'Tekken 8': trailer de lançamento Personagens e lutas Lutar em “Tekken” é dominar seu estilo de luta (com seu lutador favorito) e ser preciso no tempo ("timing") da execução dos golpes. É um game que, em sua essência, penaliza “com gosto” o erro do adversário. Quem erra um ataque ou uma defesa vira um saco da pancadas sem chance de reagir, recebendo combos que sugam quase toda a vida do personagem. “Tekken 8” leva a exigência de ser preciso ao ápice. Golpes bem executados acabam com o rival. Durante os confrontos, você consegue ver um chute passando por cima da cabeça do seu personagem enquanto realiza um golpe que coloca o seu lutador em uma posição mais baixa. O mesmo acontece quando consegue saltar ou dar um golpe que envolve uma cambalhota que passa por cima de uma rasteira. Por outro lado, um pequeno erro de dar um soco rápido no adversário e errar permite que ele inicie uma série de golpes em sequência. Os melhores jogadores conseguem realizar combos longos que fazem o personagem ficar no ar, quicar no chão e ficar preso em um canto. Cena de luta de 'Tekken 8' Divulgação/BandaiNamco No lançamento, “Tekken 8” tem mais de 30 lutadores com habilidades distintas de combate. Os fãs vão reconhecer nomes que estão na franquia desde o começo como Law, King, Anna, Kazuya Mishima, Jin Kazama, entre outros. A maneira como você joga com eles, obviamente, teve mudanças ao longo das décadas, mas o esquema básico de jogo se manteve. Isso significa que as pessoas que tiveram alguma experiência no passado por já começar bem as partidas nesta nova edição do game. Há novatos como Azucena, Victor e Reina. Esta última tem ataques que lembram do lutador veterano Heihachi, que morreu (dessa vez para valer) em “Tekken 7”. Cada um chega com seu estilo, mas Reina caiu mais no meu gosto por ter golpes finalizadores bastante intensos. Estes são os lutadores que você poderá jogar no lançamento. Contudo, personagens convidados sempre fizeram sucesso em “Tekken” anteriormente, como Negan do seriado “The Walking Dead” e Akuma de “Street Fighter”. Nada foi anunciado até o momento, mas os fãs aguardam ansiosos pelos convidados desta edição. O visual tanto dos lutadores quanto dos cenários é primoroso. Pode se tratar de um game feito para os videogames da atual geração e para os PCs mais poderosos (o título utiliza o moderno motor gráfico Unreal Engine 5), detalhes de roupas, tecidos, acessórios e músculos foram trabalhados nos mínimos detalhes. Ao longo da luta, também é possível ver as feições dos rostos dos personagens mudando ao atacar ou ao ser golpeado. Se você quer um game “bonito” para mostrar o potencial do seu videogame ou computador, certamente “Tekken 8” é um dos games para isso. Lutadores de 'Tekken 8'. Na imagem falta apenas a personagem Reina que não tinha sido revelada quando esta imagem foi publicada. Divulgação/Instagram/BandaiNamco “Tekken 8” introduz um sistema nas lutas chamado de “Heat System”, que pode mudar drasticamente o rumo da batalha. O jogador pode ativá-lo em qualquer momento da luta (o sistema usa uma pequena barra azul que fica embaixo da barra de vida) e o lutador executa um golpe com a chance de quebrar um combo. Nos próximos segundos, todos os ataques ficam mais fortes e alguns podem até quebrar a defesa do adversário. Ao executar este ataque especial novamente e acertar adversário, é realizado um movimento especial que tira bastante vida. Vale lembrar que o recurso pode ser ativado uma vez por round. Outra novidade interessante favorece ainda mais os jogadores que buscam atacar em vez de ficar apenas na defesa. Ao perder vida na luta, parte da barra fica transparente. Caso o personagem consiga acertar ataques de qualquer tipo, essa parte da vida volta a ser preenchida aos poucos. Isso foi feito para evitar que jogadores se defendam constantemente pois vai ser necessário ir para cima para recuperar um pouco da vida. E, claro, há o golpe final. Quando sua barra de vida chega em um determinado ponto, quase no fim, o jogo indica que este tipo de ataque pode ser usado. Quando o lutador rival é atingido (ele ainda pode se defender para escapar), há uma bela animação e muito da vida é drenada. Reina é uma novata na série 'Tekken' Divulgação/BandaiNamco Feito para todos os jogadores Seguindo a tendência iniciada por “Street Fighter 6”, “Tekken 8” também traz a opção de usar um sistema simplificado de golpes. Em qualquer momento da luta, ao pressionar um botão, comandos de golpes básicos do lutador escolhido aparecem na tela. Desse modo, basta o jogador apertar os botões que estão na TV para que golpes e combos sejam realizados automaticamente. O recurso torna o game, que exige tanta perfeição e conhecimento dos golpes, muito mais acessível para quem quer começar agora ou para quem apenas quer se divertir. Dá para jogar até com quem nunca testou um jogo de luta. Claro que jogadores habilidosos não vão perder uma batalha para quem tem pouco conhecimento em "Tekken" e está usando este sistema simplificado, mas ele dá mais chances para novatos conseguirem fazer algum estrago. O game ainda traz um modo de treino completíssimo. Há o básico, que é ver a lista de golpes e tentar reproduzi-los enquanto vê na tela todos os comandos que você realiza. Mas há também algo mais especial. É possível salvar replays das suas lutas e, depois, quando for reassistir, voltar a determinados momentos e jogar novamente no ponto desejado para, por exemplo, escapar de um ataque que causou sua derrota. É uma das melhores maneiras de se treinar já feitas em um game de luta. Outro ponto interessante é que você pode fazer a luta contra fantasmas de outros jogadores. Pense como num game de corrida: quando você usa o seu “ghost” ou de outro jogador, ele aparece na pista e seu objetivo é tentar superá-lo. Você vê os pontos em que ele faz a curva nos quais acelera, o que ajuda a melhorar o seu desempenho. Em “Tekken 8”, o conceito é o mesmo. Você pode pegar um jogador aleatório, o melhor do ranking ou um amigo, baixar o fantasma dele e sair na porrada. O personagem se comporta como este jogador se comportaria na batalha, realizando ataques, defendendo-se dos seus e esquivando dos seus combos. O recurso permite ver como os melhores jogadores de "Tekken" lutam, o que também ajuda bastante no treino. 'Tekken 8': trailer da história Modos de jogo “Tekken” é famoso por ter uma história absurda e exagerada mas que consegue prender a atenção. Há momentos que já viraram memes como um pai jogando o filho dentro de um vulcão (no caso, Heihachi Mishima jogando o filho, Kazuya Mishima) e depois filho jogando o pai no mesmo vulcão. Há muita comédia pastelão e cenas dignas de filmes de ação dos anos 1980 e 1990. Sem dar spoilers, neste título, Kazuya virou um ser poderoso e demoníaco que quer dominar o mundo. E, para isso, quer eliminar seu filho, Jin, que tem o mesmo poder do demônio. Sabendo que a missão não seria fácil, Kazuya decide convocar mais um torneio “The King of Iron Fist” para que o lutador campeão dê a sua nação a chance de não ser destruída. Ao longo de diversos capítulos, seguimos a jornada de Jin até a luta derradeira com seu pai demônio. Na maioria das vezes jogamos com o personagem, mas há oportunidade para outros lutadores serem utilizados. Isso também ajuda a conhecer personagens que talvez não fossem escolhidos em uma luta online ou contra outros jogadores e aprender seus golpes. Há um modo Arcade tradicional, que seria como se você jogasse no fliperama: elimine o adversário e vá para o próximo até chegar no chefe final. Você ainda pode realizar pequenas missões que deixam o desafio maior. Luta em 'Tekken 8' Divulgação/BandaiNamco Claro que há o tradicional mano a mano contra um amigo ou contra o computador, mas o destaque fica pelos modos online. O jogo traz uma pequena praça virtual onde o avatar pode percorrer e sair lutando contra outras pessoas ao redor do mundo. No teste foram feitas muitas partidas, principalmente no modo ranqueado (em que, ao vencer, você vai subindo em um ranking que tem outros jogadores). Em nenhum momento foi constatado algum tipo de lentidão e raríssimas vezes a partida demorou para carregar. Em um título que exige tanta precisão de golpes, jogar sem atrasos de conexão é essencial. “Tekken 8” celebra os 30 anos da série com maestria, um game que traz o pacote completo que todos os jogos de luta deveriam seguir. Ele traz algo para todos os tipos de jogador, do casual, que só quer se divertir, ao que quer ser profissional e competir. Há muito conteúdo para explorar, modos de treino para aperfeiçoar e um modo online robusto. Quem gosta de um bom game de luta tem que colocar “Tekken 8” na sua biblioteca. 'Tekken 8' pode ser jogado nos consoles da atual geração e no PC Divulgação

FONTE: https://g1.globo.com/pop-arte/games/noticia/2024/02/02/tekken-8-e-o-melhor-game-da-serie-de-30-anos-e-revoluciona-com-lutas-mais-acessiveis-g1-jogou.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

deixe seu pedido de musica nos recados

Top 5

top1
1. love me tender

elvis presley

top2
2. dark side of the moon

pink floyd

top3
3. go back

madmen s clan

top4
4. proud mary

creedence c. revival

top5
5. O DIA QUE A TERRA PAROU

RAUL SEIXAS

Anunciantes